fbpx

Suicídio entre Pastores: Cada vez mais comum | Setembro Amarelo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

SETEMBRO AMARELO

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção sobre o suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil, no mundo e suas formas de prevenção.
Esta campanha acontece no mês de Setembro desde 2015, por meio da identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e a ampla divulgação de informações.
O dia oficial da prevenção ao Suicídio é em 10 de Setembro, que já consta em nossos calendários desde 2003.

Todos os dias, em média, mais de 30 pessoas tiram a própria vida no Brasil.

O problema atinge, na maior parte, homens (79% dos casos), e a principal causa dessas mortes, é por enforcamento(62%).

No Brasil, o suicídio é a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos – a principal são agressões. Proporcionalmente no entanto, o problema atinge mais os idosos. A taxa de mortalidade por suicídio entre pessoas com mais de 70 anos chega a 8,9 para cada 100 mil habitantes entre 2011 e 2015.
Entre jovens de 20 a 29 anos é de 6,8 casos a cada 100 mil habitantes.

Números bem menores do que a Coreia do Sul, que lidera a lista com uma taxa de 28,9 suicídios por 100 mil habitantes.

PASTORES SE SUICIDAM NO BRASIL

O número de pastores que se suicidam está cada vez maior. No ano passado, foram três pastores que não resistiram e resolveram tirar a própria vida.
A real motivação não fica clara, porém, depoimentos de amigos e familiares, levam a crer que a depressão seja a principal delas.

No decorrer do mês, faremos posts em nossas redes sociais contando um pouco sobre a história de cada um deles, acompanhe em nossa página no Facebook e Instagram.

CASO MAIS RESCENTE: PASTOR DREW

O Caso mais recente e que chocou a todos, foi o do Andrew Stoecklein; Pastor da Igreja Inland Hills, na California. Com apenas 30 anos, deixou esposa, três filhos pequenos e uma igreja que o amava muito. Kayla afirmou em um post nas redes sociais que o marido sofria de depressão e ansiedade.

Na sexta-feira (24/08) ele tentou tirar a própria vida, não conseguiu e foi hospitalizado. A igreja se uniu em oração pedindo por um milagre, mas quis Deus o levar e no Domingo ele veio a falecer.

Membros da Inland Hills, fizeram uma campanha de doações para ajudar a viúva na educação dos filhos e necessidades do dia-a-dia, para doar, clique aqui e veja a campanha.

Fonte: Folha, Relatório ONU, Inland Hills Church.

Share.

About Author

Patricia Kashima é cristã, empreendedora, social media, criadora de conteúdo e co-fundadora da Igreja Multimídia. Já atuou como líder de comunicação em igreja de grande porte, onde estruturou toda a comunicação e equipe, trazendo uma nova visão para a igreja. Hoje, atua ministrando cursos, treinamentos, fazendo criação de conteúdo e projetos para igrejas além de dar consultoria e palestras em eventos e Igrejas.