fbpx

Como Criar Artes para Igrejas | Meu processo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Antes de mais nada, quero deixar bem esclarecido por aqui que não sou designer profissional, não tenho nenhuma formação na área, curso ou qualquer coisa do tipo, nem fiz nenhum tipo de curso online também.Ou seja, tudo que aprendi foi graças a nossa tão querida internet♥️.

Interesse, curiosidade, amor pela arte visual e muuuuuuuuitas horas investidas em pesquisas.
Então, se você é aquela pessoa que está “quebrando um galho” fazendo as artes na sua igreja, ou está querendo começar a fazer mas não sabe por onde começar; este post será perfeito pra você.

Se você é um profissional da área, talvez não encontre nada de novo por aqui e tenha talvez algumas críticas construtivas à fazer. Fique a vontade para deixar suas dicas nos comentários.

Então vamos ao que interessa! Separei alguns sites e passos que sigo de criação.

Filtrar Informações

O primeiro passo e mais importante. Sem elas, não tem arte! Mas cuidado: Menos é Mais Sempre!!!

Nessa parte, vejo muitas páginas de igrejas pecarem pelo excesso de informações nas artes.
Tenho certeza que já viu alguma arte divulgando a tal cruzada com 25 preletores, 30 cantores e claro que não pode faltar a foto dos pastores presidentes do ministério e dos organizadores.😳

Como fazer uma arte bonita com tantas informações???😰

Sendo direta e reta: Não tem como!
É impossível você fazer algo de bom gosto com tantas informações.O principal diferencial das boas artes são exatamente a escolha das informações que vão compor ela.

Em um mundo perfeito, existe uma pessoa que faz essa triagem, colhe as informações do evento e passa para o designer somente o que ele tem que fazer; estilo, informações que tem que compor a arte, tamanhos (se é só para redes sociais, ou se vai ter algum tamanho especial para impressão, projeção) e etc.

Após definir em quais mídias vai fazer a divulgação, separe quais as informações são essenciais e precisam estar na arte e quais são as informações adicionais.
Coloque apenas as informações realmente necessárias na arte, como; título, data, horário, endereço e logo da igreja.
As informações adicionais você pode colocar na descrição do post, assim, não polui sua arte com trocentas informações. Veja o exemplo do post da @HillsongSaopaulo:

Referências e Estilo

Depois é definir o estilo da arte que vai fazer.
Se vai trabalhar só com elementos vetores e fontes, como neste exemplo da Igreja da Cidade em São José dos Campos:

Ou se vai trabalhar mais com fotografias e fontes como nesta arte que o Designer Mizael Brum (que não conheço, mas que acho o trabalho muito top) fez para o Ministério Profetizando ás Nações:

Atenção neste ponto, tenha sempre boas referências; siga páginas e perfis de igrejas e designers que tem um estilo de arte que você gosta, que acha bonito e que combine com a linguagem da sua igreja.

“Faça simples. Faça memorável. Faça convidativo ao olhar. Faça divertido para ler.”
– Leo Burnett

Programas

Para criar a maioria das artes eu uso o Photoshop CC 2017.

No começo tive muita dificuldade, mas depois de persistir um pouco usando a ferramenta, me adaptei bem. Não sou expert no programa, mas sempre que quero fazer algo diferente na arte, dou uma pesquisada no YouTube. Lá tem vários tutoriais passo a passo que é facinho de aprender. A idéia aqui não é ficar postando tutoriais de programas, ou criar matérias sobre marketing digital, design e etc.. isso é chover no molhado, pois já existem diversos sites e blogs com conteúdo muito bom para cada tema desse. Então se quiser aprender mexer na ferramenta, para de ser preguiçoso e pesquisa no youtube ou google.

Alguns dirão que no Corel ou illustrator é melhor, e realmente, tem muitas funcionalidades que não tem no Photoshop e isso te abre um horizonte enorme para explorar, mas são programas profissionais e mais complexos para aprender. A principal diferença do Photoshop para o Corel ou illustrator é que o primeiro trabalha com bitmap e os dois últimos com vetor. Por isso Photoshop é mais indicado para imagens digitais para web e mídias sociais e tratamento de fotografias. Já o illustrator e o Corel para criação de logotipos, gráficos impressos, papelaria e etc.

Eu estou começando a me arriscar em algumas artes (principalmente as que tem mais elementos em vetores) no illustrator, mas confesso que tenho dificuldades em lidar com ele!😕

Uma dica boa e que vale a pena testar é o Affinity Designer, um programa que junta as funcionalidades do Photoshop com as do Illustrator de vetorização, e já vem ganhando muito adeptos, principalmente porque recentemente, abriu as portas para usuários da maçã. Ele veio para concorrer diretamente com os programas da Adobe, tem uma proposta muito interessante e o mais atrativo dele é o preço, que desbanca a Adobe com suas mensalidades. Ao invés de ficar preso a mensalidades, no Affinity você paga uma taxa única pela aquisição do programa e só. Vale a pena dar uma olhada no site, baixar a versão de teste e ver se gosta!

Nem citei o World, PowerPoint e companhia porque não tem nem o que falar né, esses programas não são pra isso e se você está usando, mude agora mesmo para uma plataforma que te dê mais possibilidades!

Paleta de Cores

As cores são a base da sua arte, então se você não tem muita experiência, busque referências e opções em sites de paletas de cores, assim você garante uma combinação e harmonia entre elas (mesmo sem ter estudado sobre a teoria das cores!)

Sério, esses sites são ótimos! Sempre uso em meus Jobs!🤓

Adobe Color
https://color.adobe.com/pt

Colour Lovers
http://www.colourlovers.com/palettes

0to255
http://www.0to255.com

Coolors
Com certeza, o que eu mais amo!
https://coolors.co

Banco de Imagens

Fotografia
Claro que não poderia faltar por aqui o tão querido e amigo nosso de cada dia; banco de imagens gratuitos! São ótimos para dar base as artes de eventos e principalmente aquelas de versículos e frases inspiradoras.

Selecionei alguns que gosto bastante, e que tem umas fotos lindas, mas se pesquisar por aí vai encontrar vários outros.

Pexels
Já conhecia mas não usava muito, estou gostando muito de usar ele como opção!
https://www.pexels.com

Unsplash
O meu favorito, porém já se tornou muito conhecido no meio da galera, então não é difícil encontrar artes com as mesmas imagens.
https://unsplash.com

Stock Up
Tem uma variedade legal de imagens com qualidade muito boas. Uma ótima opção ao site anterior.
https://www.sitebuilderreport.com/stock-up

Vetores e Elementos
Nem só de fotografias se faz uma arte, as vezes precisamos trabalhar com elementos em vetores ou elementos gráficos. Nestes casos, tem alguns bancos de imagens que podem te ajudar:

FreePik
Muito conhecido da galera que trabalha com imagens, o Freepik tem fotografias, vetores, png e até opções de alguns arquivos .psd. Tem mais de 1milhão e meio de imagens, então tem muita opção, o porém é que já é um site rodado da galera, então cai no mesmo problema do Unsplash.
http://www.freepik.es

Vexels
Para mim, está sendo uma ótima opção, estou adorando as opções!
https://www.vexels.com

123 Free Vectors
Um infinidade de opções de backgrounds, gosto bastante também.
https://www.123freevectors.com

Fontes

Por último mas não menos importante, temos as fontes!

Particularmente, eu amo tipografia! Passo hoooras em sites para encontrar a fonte perfeita para o Job e sempre acabo baixando muito mais do que vou usar!😅

Mais uma vez: tenha referências.

Não saia usando todos os modelos de fonte que gostou em uma só arte. Não é legal. Use no máximo 3, 4  modelos quando muito. Um para o título, outro para as informações.

A baixo listei alguns sites básicos para download de fontes de uso livre:

DaFont
https://www.dafont.com/pt/

UrbanFonts
https://www.urbanfonts.com

1001 Free Fonts
https://www.1001freefonts.com

Fechamento e Aprovação
Após o fechamento, confira todas as informações e português. Depois confira de novo, e de novo e mais uma vez. Por último, confira de novo para garantir.

E acredite, as vezes, mesmo fazendo esse processo, vão vazar erros! Por isso, conferir nunca é demais. Se possível, peça para outra conferir além de você.

Uma dica que deixo, é; sempre envie a arte para alguém aprovar antes de publicar.

Por mais que você faça todas as etapas do processo; coletar informações, criação, correção e divulgação; pode acontecer de vazar algum erro de informação, de português ou até mesmo mudar algo em cima da hora (horário, convidado).

Quando uma arte é publicada, já era.. por mais que você delete ela do facebook e de todas as redes da igreja, vai ter aquele abençoado que já salvou no celular e mandou pra todos os grupos do WhatsApp.😓

Pra você conseguir exterminar essa arte da internet é quase impossível, então faça o possível para evitar essa situação.

O que você pode fazer é enviar para quem solicitou a arte ou para o líder do ministério que está organizando o culto/evento, assim, tira essa responsabilidade das suas costas, afinal, já teve que fazer todo o resto! Assim, os líderes dos ministérios começam a entender que existe um processo e que devem segui-lo.

Conclusão

Menos é Mais. Essa é a frase desse post, não se esqueça disso. Referências: sempre tenha e pesquise!

Mesmo sem ser um profissional, se você tiver interesse, paciência e vontade de aprender coisas novas, conseguirá fazer um trabalho de bom gosto. A internet está aí e tem muito conteúdo para ajudar em cada etapa do processo de criação, basta deixar a preguiça de lado e colocar as mãos na massa (ou melhor, no mouse!).

***

Espero que minha experiência até aqui possa ajudar você a melhorar as artes da sua igreja.
Conte nos comentários sua experiência nessa área na igreja e deixe também a sua opinião sobre a matéria, assim podemos melhorar a cada post! Se tiver alguma dica de sites legais, não deixe de deixar aqui pra gente!😉

Share.

About Author

Patricia Kashima é cristã, empreendedora, social media, criadora de conteúdo e co-fundadora da Igreja Multimídia. Já atuou como líder de comunicação em igreja de grande porte, onde estruturou toda a comunicação e equipe, trazendo uma nova visão para a igreja. Hoje, atua ministrando cursos, treinamentos, fazendo criação de conteúdo e projetos para igrejas além de dar consultoria e palestras em eventos e Igrejas.